Qual a Diferença entre Júnior, Pleno e Sênior


Esses dias eu fui questionado sobre este assunto:
Mas afinal, qual a diferença entre um desenvolvedor júnior, pleno e sênior?

Esta diferenciação é algo subjetivo e muda de empresa para empresa.
Um profissional sênior para uma empresa, pode ser pleno para outra.
E acredite, isso é mais comum do que imaginamos.
Read more »

Vaga para Administrador de Servidores em Balneário Camboriú


Atualizado em 29 de Junho de 2011

VAGA PREENCHIDA!

Pessoal,

Obrigado a todos que participaram do processo seletivo.
Ficamos felizes em receber excelentes currículos, de excelentes profissionais.
Neste momento a nossa necessidade demanda contratar apenas um profissional.

Desta forma, gostaríamos de comunicar que a vaga foi preenchida.

Aos que enviaram seu currículo, deixamos aqui o nosso Muito Obrigado!


A Imóvel PRO está com uma vaga em aberto para Administrador de Servidores.
Read more »

Programando sem Deixar LOOP’s e SQL’s Prejudicarem a Performance da Aplicação


Dando continuidade ao assunto Performance da Aplicação, existem mais algumas regrinhas que costumamos utilizar para manter a boa performance:
Read more »

Quando Utilizar Orientação a Objetos e Quando NÃO Utilizar


Um tema bastante discutido tanto na área de desenvolvimento quanto na área de infra-estrutura é “performance”.

Muito comum também nas mesas de ping-pong da vida:
Desenvolvedor: “O problema é o servidor que não está aguentando a carga. Precisa fazer um upgrade”;
Adminstrador do Servidor: “O problema é a programação que está muito pesada e consumindo todo o processamento do servidor”.

A verdade é que este assunto deve ser muito bem trabalhado nas duas áreas.
Se tanto Desenvolvedores quanto Administradores de Rede fizerem a sua parte, a aplicação certamente terá vida longa (pelo menos do ponto de vista técnico) e poderá suportar um bom crescimento.
Read more »

Entendendo Cloud Computing em 6 Camadas


Para muitos Gestores de TI (e de Infra-estrutura) Cloud Computing tem sido a palavra do momento.
Muito se fala sobre o assunto, e ao mesmo tempo, ainda há muito a ser entendido e evoluído.

O termo é utilizado tão amplamente, para diferentes tipos de serviços, que fica difícil de entender exatamente o que é Cloud Computing e como ela pode nos ajudar.

A confusão mais comum que vejo é gente se referindo a Cloud Computing como um serviço ou técnica específica, quando na realidade o serviço (ou técnica) referido é apenas “uma das” formas de implementação de Cloud Computing.

ENTÃO O QUE É, DE FATO, CLOUD COMPUTING?
Read more »

O que é um projeto de sucesso


Em uma discussão na lista AN-BR, o Luiz Cláudio Parzianello fez um comentário que gostei bastante:

Só para você ter idéia, costumo apresentar os seguintes critérios de sucesso para um projeto de software em minhas apresentações:

  • Cliente satisfeito com o investimento
  • Fornecedor satisfeito com o lucro
  • Usuários satisfeitos e elogiando o produto
  • Equipe satisfeita e orgulhosa dos resultados
  • Equipe ainda mais competente
  • Todos prontos para um novo projeto!

Isso pode parecer utópico para muita gente, mas já existem empresas vivenciando diariamente esses critérios em seus ambientes de negócio.

Créditos para o Luiz Cláudio Parzianello

Ronan Lucio Pereira

Vaga para Desenvolvedor Web


A você amigo Desenvolvedor:

  • Que acredita que qualidade não é negociável;
  • Que tem prazer em fazer um trabalho bem-feito;
  • Que não sabe fazer mal-feito;
  • Que não costuma se “render” às dificuldades;
  • Que erra, e ao mesmo tempo, aprende;
  • Que entende que testar não é tarefa dos outros;
  • Que procura evoluir como profissional e como pessoa;
  • Que assume responsabilidades;
  • Que acredita que duas cabeças pensam melhor do que uma;
  • Que gosta de trabalhar ao lado de profissionais competentes;
  • Que não abre mão de um bom ambiente de trabalho;
  • Que acredita que o seu trabalho também mostra como você é;
  • Que acredita que o bom profissional tem que ser valorizado;
  • Que acredita que o profissional tem que ser respeitado e ouvido;
  • Que acredita que o profissional também precisa de férias;
  • Que gosta de morar pertinho da praia.

Read more »

Porque Coldfusion


Olá Pessoal,

Esse é um post que sempre tive vontade de escrever: Um relato de como aconteceu a minha escolha pelo Coldfusion/CFML e qual a minha conclusão sobre esta opção alguns anos mais tarde.

Como um dos amantes da linguagem, naturalmente, o post ficou um pouco tendencioso, mas posso assegurar-lhes que o relato é verídico e sem exageros.

A seis anos e meio atrás, quando recebi a proposta para trabalhar na empresa e re-desenvolver o produto dentro de uma nova estratégia e visão de mercado, tive “carta branca” para escolher a tecnologia a ser utilizada:

– Ronan, podes desenvolver na linguagem que você preferir: Python, PHP, Coldfusion ou o que você achar melhor. Pra ser sincero, não sei porquê, mas eu tenho uma ótima impressão do Coldfusion. De qualquer forma, isso fica a seu critério.

E desta forma eu, que até então conhecia muito pouco de Coldfusion, iniciei uma pesquisa sobre os prós e contras de cada opção (linguagem de programação).

Sobre tudo que pesquisei, o que mais me chamou a atenção foram algumas afirmações do tipo: “O que você fizer em qualquer outra linguagem, você faz em dois-terços do tempo com Coldfusion.

Então eu pensei:

  • “Não vou ser tão otimista, vou considerar 3/4 no lugar dos 2/3. Isso quer dizer que o que fazemos com quatro programadores de outra linguagem, é possível fazer com 3 programadores Coldfusion;
  • O Coldfusion tem a desvantagem de ser pago, mas ao mesmo tempo, o preço de uma licença Standard é infinitamente menor do que o salário de um programador, uma vez que a licença é paga apenas uma vez;
  • E ainda existe o fato de que o Coldfusion, por ser Java, requer um servidor mais potente (e caro). Porém, com o barateamento e evolução de capacidade dos hardwares, esse custo ainda se demonstra mais vantajoso em função do ganho de produtividade sobre as outras linguagens.

E sobre o ponto de vista do negócio:

  • Atualmente o tempo de resposta (às mudanças) ao mercado é de fator preponderante para o negócio. Por conta disto o Coldfusion ganha mais um ponto no meu conceito, por permitir que projetos sejam entregues em menos tempo.

E a partir daí, eu acredito que ficou claro pra todos, a nossa escolha foi mesmo pelo Coldfusion. O projeto foi desenvolvimento, muito bem aceito e, Graças a Deus, continua em constante evolução.

Logicamente, no inicio tudo isso era apenas especulação, ou melhor, expectativas em cima da pesquisa que eu havia feito. Hoje, seis anos e meio depois, muitos projetos finalizados, alterados, corrigidos, evoluídos, servidores ampliados, atualizados, tunados e eu continuo com a sensação de ter feito a escolha certa.

Toda essa experiência foi legal porque me mostrou outros pontos fortes da CFML:
Read more »

Boas Práticas para a Melhoria do Processo de Desenvolvimento de Software


Dando continuidade ao post 3 Palavras-Chave Para a Melhoria do Processo de Desenvolvimento de Software, vamos falar sobre algumas práticas e ferramentas que têm nos ajudado (bastante) a melhorar a eficiência, segurança e produtividade na nossa equipe.

Este post é uma compilação do trabalho de melhoria do processo de desenvolvimento de software e do setor (de desenvolvimento) como um todo, que temos feito nos últimos anos.

A intenção aqui é de compartilhar a nossa experiência, de forma que sirva de inspiração também para outros colegas de profissão, discuti-las e evolui-las.
Read more »

Especialista ou Generalista?


OK, voltamos à boa e velha discussão: Especialista ou Generalista?
Pelo número de recorrências que eu tenho visto sobre o tema, entendo que este ainda não está encerrado.

A minha opinião é que “você precisa ser bom no que faz.” (ponto)

Isso quer dizer que você precisa ser:

  • Especialista o suficiente para executar a sua função, com qualidade;
  • Especialista o suficiente para buscar e aplicar novas propostas/melhorias para as suas atividades;
  • Generalista o suficiente para entender o todo a sua volta.

Vamos a um exemplo:
Read more »